domingo, janeiro 20, 2008

Sopro de Vida

Somos sombras
de qualquer coisa inserta
pedaços de vidro
num grito de alerta
o toque de um piano
por trás de uma porta
um raio de luz
que sem querer corta
um golpe profundo
que toca na alma
temor escondido
que brinca na calma
e traz o sossego da vida agitada fazendo uma dança na ponta da espada
somos também
um sopro esquecido
de enorme alegria por termos vivido

2 comentários:

CARLA FIDALGO disse...

ESTE E PREFUNDO ...
MAS LINDOOO
ESTAS DE PARABENS :)
BEIJOS ..

Lviz disse...

Antes de mais quero agradecer pelas tuas palavras...

Tenho de dizer que gostei muito de textos que li por aqui, tens um blog muito bom, parabéns.

Gostei em particular deste aqui, "Sopro de Vida" :)