sexta-feira, março 19, 2010

Palavras que nunca disse

Cego mundo onde vives
Rodeado de incertezas e dores!
Falsas verdades que o serão jamais!!
Livres os caminhos, que,
Por percorrer ficam para trás
Perdidos num momento de descuido
Ego transtornado
Vil sentimento amargurado que te alimenta ...
Perde-te ...
Desvanece..
E recorda sempre ..
Pobre ignorante
Que sem saber partilha a sua dor
Não dando conta que
Ao partilhar menos guarda para si!!

5 comentários:

Ana Tapadas disse...

Lindíssimo o teu poema!
bjs

continuando assim... disse...

Convite
O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
Lá no …. Continuando assim…

Vamos em metade da história, o livro reescrito, não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
Obrigada a todos os que vão seguindo ( pois só assim vale a pena).
Um obrigada especial a quem ainda não conhece e chega de novo

Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

--- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
BJ
Teresa

Fadinha disse...

Já tinha saudades da tua poesia. È verdade ao partilhar a dor alivia-nos o espirito mas é preciso que com quem partilhamo-la esteja disposta a tal ;)
Ah é verdade tenho um novo blogue de poesias;)
www.poesiasdalua.blogspot.com ou algo assim que agora nao me lembro de cor LOL

Diana disse...

OLá meu caro amigo...
Bem nao tenho palavras simplesmente! Nao consigo descrever o que sinto qnd tenho a oportunidade de ler um pouco das tuas palavras! E nao imaginas o prazer e orgulho que tenho em poder chamar-te de amigo! Obrigado por tudo, obrigado por teres sempre uma palavra acolhedora, e obrigado por este blog magnifico que toca sem duvida qq um! Parabéns Angelo

ester disse...

adoro tudo aquilo que escreves..
ve se que e com alma que o fazes..
bj