terça-feira, janeiro 12, 2010


Aquilo que sempre digo

Sei que pode não parecer

Mesmo não tendo sentido

Tem toda a razão de ser

7 comentários:

Ana Tapadas disse...

Tem muito sentido o que dizes!
(E buscas sentidos...).
Beijinho

B'Ross disse...

o qe eu gosto da poesia é qe cada um pode interpretar a sua maneira, gostei do tua quadra : )

Anónimo disse...

vc impressiona minha prima com esse bando de lixos que escreve

Angelo Morgado disse...

so lê quem quer caro amigo !!!!!

Lviz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lviz disse...

comentários assim, do género do que esse "anónimo" fez, mostram acima de tudo duas coisas: cobardia (de quem nem o nome pôs) e desdém ignorante de alguém, que tanto através da escrita como da mensagem, demonstra que não tem capacidade para elaborar um (pequeno que seja) conjunto de palavras em que diga o porque de tão básica mensagem. Ah, e "vc" não existe, criatura... pelo menos não na língua portuguesa.

ana costa disse...

ha pessouas com muito mau gosto- algum dia o que o angelo escreve é um bando de lixo
é perciso ter uma lata do caraças